Camiseta Poliamida: preferida dos atletas

O bom desempenho no esporte é muito mais que treino e habilidade física. Roupas com o tecido e conforto adequado também são decisivos para bons resultados. E a camiseta em poliamida é uma das preferidas entre os atletas de corrida.

Poliamida é um tecido sintético, ideal para prática de esportes. Seu toque é macio, proporcionando conforto, é um material leve e resistente, pontos positivos que fazem o tecido ser uma das principais escolhas entre os atletas.
A baixa absorção de água do material evita que o suor deixe a camiseta pesada, situação que, além de gerar incômodo, atrapalha o desempenho dos atletas.

A Mega Sport atende muitos grupos e equipes de corrida, e a poliamida é sempre uma ótima alternativa na hora de produzir seus materiais.

Foto: Foco Radical

Camisas de futebol: evolução tecnológica

O clima é de Copa do Mundo. E nos bastidores das partidas estão os uniformes das equipes. Coloridas, leves e cada vez mais bonitas, as camisas de futebol experimentam um status de importância única no futebol moderno. A cara e a história da equipe estão ali, em uniformes que mudam de temporada para temporada. A evolução do material utilizado pelos craques, no entanto, é uma verdadeira aula de avanço tecnológico.

No começo as camisas de futebol eram feitas de tecido de algodão, que é diferente da malha de algodão. As camisas eram pesadas e não existia a preocupação com a performance esportiva. A malha de algodão chegou ao esporte nos anos 30. É um tecido com toque mais suave e com mais brilho.

Durante muitas Copas do Mundo, o algodão esteve presente nas camisas dos principais times. O grande problema neste tipo de camisa não está no visual e sim no peso extra carregado pelo atleta após minutos de suor e corrida intensa.

Do poliéster tradicional ao dry fit

A primeira camisa usada pela seleção brasileira com tecido que não era 100% algodão foi utilizada em 1986, no México. O poliéster passou a figurar na camisa das principais equipes do planeta e o peso do uniforme após o esforço físico passou a não ser mais um problema.

Mais leve, o poliéster tradicional, no entanto, era desconfortável. A sensação era de que a camisa era leve, mas o suor ficava retido. Isso foi resolvido no final dos anos 90, com a chegada da tecnologia dry fit.

As camisas com a nova tecnologia tinham como novidade a eliminação do líquido através do meio ambiente. A sensação de frescor aumentou, mas não encerrou a evolução dos uniformes. Em comparação com aquele dry fit que apareceu no final dos anos de 1990, o atual está mais leve e a passagem de ar é mais efetiva.

Com informações do Portal Terra

Camisetas dry-fit melhoram desempenho de atividade física

Quem tem o hábito de praticar atividades físicas sabe que deve ter atenção na hora de escolher o que vestir, pois o material da roupa pode ser decisivo no desempenho do exercício. No caso do tecido Dry-fit, essa influência é positiva.

Leve e permeável, camisetas dry-fit facilitam a transpiração durante os exercícios, regulando a temperatura do atleta e consequentemente aumentando a eficiência da atividade física. O conforto é outra vantagem. A composição do dry-fit, com maior espaço entre os fios, permite que o tecido absorva a umidade, evite o desconforto da pele muito suada e a sensação de roupa úmida e pesada durante os exercícios.

A Mega Sport trabalha com roupas esportivas desenvolvidas com tecidos tecnológicos de alta performance, entre eles o sistema dry-fit. Além de proporcionar conforto e melhor desempenho, o tecido protege contra a radiação provocada pelos raios ultravioletas.

Inscrições Rústica Municipal de Imbé

No dia 13 de maio, a Prefeitura de Imbé vai promover a corrida rústica do município e as inscrições já estão abertas. Para participar, clique aqui!

A Rústica Municipal de Imbé terá largada às 8h em frente à Prefeitura. Os participantes poderão optar pelas distâncias de corrida de 6,5km e 2km, caminhada de 2km e corrida infantil. A idade mínima é de 16 anos para o percurso de 6,5km e de 14 anos para a modalidade de 2km.

E atenção: quem se inscrever no primeiro lote garantirá o kit oficial do evento com camiseta personalizada da Mega Sport.

Mega Família exemplo de torcida da Maratona

Em todos os esportes, a torcida é que move o atleta. O gol tem mais vibração, o ponto mais comemoração, as barreiras ficam mais leves de serem superadas. Com essa filosofia, a família Crestani, há 17 anos, acorda nos domingos, às 6h para vibrar por cada corredor da Maratona Internacional de Porto Alegre.

A família se tornou ícone para os maratonistas e exemplos de torcedores que todo atleta espera encontrar pelo percurso da Maratona, em Porto Alegre. Como agradecimento e honra ao mérito, o casal Bianca e Cristiano Crestani e as filhas Martina e Melina receberam medalhas de maratonistas do organizador do evento, Paulo Corpa, e camisetas da grife oficial, produzida pela Mega Sport, representada por Marcos Heit. A família também aceitou o desafio de criar uma “Mega Torcida da Maratona de Porto Alegre”, em 2018, liderando um movimento para engajar a comunidade.

Bianca é filha de educadores físicos. Cristiano é professor de educação física. O casal teve em toda a sua educação a influência do esporte. Desde que se conheceram, a programação envolve assistir às maratonas. Hoje, educam as filhas com os mesmos valores. O primeiro passeio da filha mais velha, recém-saída da maternidade, foi ver a premiação da 22ª Maratona, no Parcão. As meninas são as primeiras a levantar da cama em dia de Maratona. Para esta corrida, Martina fez questão de produzir cartazes com frases de incentivo para todos os atletas.

“Além de fundamental para a saúde, acreditamos que o esporte é elemento formador do caráter da pessoa e transformador para o plano profissional. Não são somente as boas notas nas demais disciplinas que formam um bom profissional, seja em qualquer área do conhecimento”, afirma Bianca.

Família tem reconhecimento dos atletas nas redes sociais

O reconhecimento pelos sprays analgésicos fornecidos aos atletas e pelos banheiros emprestados veio com as muitas selfies tiradas e, no dia seguinte, com a repercussão que a torcida da família teve nas redes sociais. O ato inclusive auxiliou a família na vaquinha online que está sendo promovida para a equipe de patinação de Martina poder participar do Sul Americano de Patinação Artística, em Mar Del Plata.

“Impressionante como a internet pode ser uma ferramenta benéfica, onde um simples gesto pode se tornar algo muito positivo. Espero que possamos usar esta família como exemplo de como uma cidade e seus moradores podem contribuir para que a Maratona Internacional de Porto Alegre cresça ainda mais” convida o representante da Mega Sport, Marcos Heit.

Confira AQUI o vídeo da entrega e o depoimento do casal.